Pular para o conteúdo

Como cuidar de Margaridas? Veja o jeito certo!

Margaridas brancas com meio amarelo e folhagens ao fundo

Conheça as melhores dicas e saiba como cuidar de margaridas, da melhor forma! Garanta plantas ainda mais saudáveis, desenvolvidas e fortes. Aprenda a cultivar, neste conteúdo completo da KD!

Como cuidar de Margaridas

As margaridas são flores muito bonitas, fáceis de cultivar e que necessitam de poucos cuidados específicos. No entanto, para que elas cresçam saudáveis e fortes, é importante seguir algumas dicas de como cuidar de margaridas.

A primeira dica é escolher o local adequado para plantar as margaridas. Elas precisam de um solo bem drenado e rico em matéria orgânica, além de uma boa iluminação. Se o seu jardim for ensolarado, as flores ficarão ainda mais bonitas.

Margaridas brancas com meio amarelo e folhagens ao fundo
Margaridas brancas. Foto: Pexels

Outra dica importante é não deixar o solo secar completamente, pois as margaridas precisam de uma certa umidade para crescer. O ideal é regar as plantas duas vezes por semana, sempre de manhã ou à tarde, para evitar que as folhas fiquem molhadas durante a noite.

Para manter as margaridas sempre bonitas, é importante fazer a podas periodicamente. Isso ajuda a estimular o crescimento e a produção de novas flores. As podas também ajudam a controlar o tamanho das plantas, evitando que elas fiquem muito grandes.

Origem

As margaridas são flores da família das asteráceas, que inclui mais de 1.000 espécies diferentes. Elas são originárias da Europa, Ásia e América do Norte e foram introduzidas na América Latina pelos espanhóis.

As margaridas são plantas anuais ou bienais, ou seja, elas crescem e florescem durante um ou dois anos e, em seguida, morrem. No entanto, algumas espécies podem produzir sementes que permanecem vivas por vários anos, o que permite que as plantas sejam cultivadas em diversos climas.

Aprenda como cuidar da Flor de Cera!

Como plantar

As margaridas podem ser plantadas diretamente no solo ou em vasos. Se você optar por plantar diretamente no solo, o ideal é escolher um local ensolarado e com boa drenagem.

Margaridas roxas com miolo roxo e fundo escuro
Como cuidar de margaridas. Foto: Pexels

Se for plantar em vasos, escolha um recipiente que tenha pelo menos 30 cm de diâmetro. Para plantar as margaridas, coloque uma camada de 2 a 3 cm de substrato no fundo do vaso e depois coloque as sementes uma a uma. Cubra as sementes com uma camada fina de substrato e regue com água. Coloque o vaso em um local ensolarado e aguarde até que as sementes germinem, o que geralmente acontece em 7 a 10 dias.

Substrato ideal

O substrato ideal para as margaridas é rico em matéria orgânica e bem drenado. Você pode comprar um substrato pronto para jardinagem ou fazer o seu próprio, misturando areia grossa, terra vegetal e húmus.

Para garantir que o substrato seja bem drenado, você pode acrescentar uma camada de areia grossa no fundo do vaso antes de plantar as margaridas. Isso ajudará a evitar que as raízes da planta fiquem encharcadas e possam apodrecer.

Fitônia como cuidar, veja!

Como cuidar de Margaridas: A Iluminação

As margaridas precisam de muita luz para crescer e florescer. Por isso, é importante escolher um local ensolarado para plantá-las, seja no jardim ou em vasos. Se o seu jardim for sombreado, as margaridas ainda podem crescer, mas elas ficarão menos produtivas.

Se as margaridas ficarem expostas ao sol por muitas horas, elas podem ficar queimadas. Por isso, é importante monitorar o clima e, se necessário, proteger as plantas com um toldo ou um pano.

Margaridas Amarelas com fundo branco
Margaridas amarelas. Foto: Pexels

Temperatura

Elas são plantas bastante tolerantes ao frio, o que significa que elas podem ser cultivadas em climas com temperaturas mais baixas. No entanto, elas não toleram o calor excessivo, por isso é importante evitar plantá-las em lugares muito quentes.

A temperatura ideal para as margaridas é de 20°C a 25°C. Se as temperaturas forem muito altas, as margaridas podem ficar estressadas e produzir menos flores.

Como regar

As margaridas precisam de uma certa umidade para crescer, mas o excesso de água pode causar problemas, como o apodrecimento das raízes. Por isso, é importante regar as plantas duas vezes por semana, sempre de manhã ou à tarde, para evitar que as folhas fiquem molhadas durante a noite.

Para saber se as margaridas precisam de água, basta pressionar levemente o solo com o dedo. Se estiver seco, é hora de regar. Se estiver úmido, espere mais alguns dias para regar novamente.

No entanto, vale ressaltar que se o solo estiver encharcado e as raízes permanecerem por muito tempo em contato com a água, elas apodrecerão, o que poderá levar a planta a morte.

Espada de São Jorge como cuidar, saiba mais!

Margaridas roxas com meio amarelo
Margaridas. Foto: Pexels

Como adubar

As margaridas precisam de nutrientes para crescer e florescer. Por isso, é importante adubar as plantas periodicamente, usando um fertilizante orgânico ou inorgânico. O ideal é adubar a cada 15 dias, durante a primavera e o verão.

Para adubar as flores, basta espalhar o fertilizante no solo ao redor da planta e regar com água. Se você usar um fertilizante líquido, basta adicionar o produto na água de rega e depois regar as plantas normalmente. Mas para saber como cuidar de margaridas corretamente, é importante não adubar em excesso, pois nutrientes demais, fazem tão mal, quanto a falta deles.

Tuia Holandesa como cuidar, conheça já!

É preciso podar? Como fazer?

Para manter as margaridas sempre bonitas, é importante fazer a podas periodicamente. Isso ajuda a estimular o crescimento e a produção de novas flores. As podas também ajudam a controlar o tamanho das plantas, evitando que elas fiquem muito grandes.

Para podar, basta usar uma tesoura afiada e cortar as pontas das hastes, deixando cerca de 5 centímetros. É importante fazer as podas sempre que as plantas começarem a ficar muito grandes ou após a floração, para estimular o crescimento de novas flores, ainda mais saudáveis e belas.

Como fazer mudas?

As margaridas podem ser propagadas por sementes ou estacas. O método mais fácil é usar sementes, mas as estacas também funcionam bem. Para fazer mudas de margaridas a partir de sementes, basta colocar as sementes em um recipiente com água e esperar que elas germinem. Em seguida, basta transplantar as mudas para os vasos ou para o jardim.

Para fazer mudas de margaridas a partir de estacas, basta cortar um pedaço da haste da planta e colocá-lo em um recipiente com água. Depois de alguns dias, as raízes começarão a surgir e, em seguida, basta transplantar as suas mudas.

Margaridas roxas com fundo desfocado
Margaridas roxas com folhagens. Foto: Pexels

Por que as folhas ficam amareladas?

As margaridas são plantas bastante tolerantes ao frio, o que significa que elas podem ser cultivadas em climas mais frios. No entanto, elas não toleram o calor excessivo, por isso é importante evitar plantá-las em lugares muito quentes.

A temperatura ideal para as margaridas é de 20 a 25 graus Celsius. Se as temperaturas forem muito altas, as margaridas podem ficar estressadas e produzir menos flores.

Como cuidar de antúrios, confira.

Como cuidar de Margaridas em vasos? Confira!

As margaridas são plantas que se adaptam bem ao cultivo em vasos, desde que algumas dicas sejam seguidas. A primeira dica é escolher um vaso que seja pelo menos 30 cm de diâmetro, para garantir que a planta tenha espaço suficiente para crescer.

Outra dica importante é escolher um substrato bem drenado e rico em matéria orgânica. O ideal é adicionar uma camada de areia grossa no fundo do vaso para evitar que as raízes da planta fiquem encharcadas.

As margaridas também precisam de muita luz para crescer e florescer, por isso é importante escolher um local ensolarado para colocar o vaso.

Como cuidar de Margaridas em vasos
Margaridas amarelas em vaso. Foto: Pexels

Como cuidar de Margaridas: Pragas e doenças

As margaridas são plantas bastante tolerantes a doenças e pragas, mas alguns cuidados são importantes para evitar problemas. Sendo assim, é fundamental que você siga as dicas de nossa equipe, para garantir que a sua planta esteja forte e saudável, desenvolvendo belíssimas flores!

Onde mantê-las?

Escolha um local com boa drenagem para plantar as margaridas, pois elas não gostam de solo encharcado. Mantenha-as em um local ensolarado e evite regar demais suas plantas, assim como é crucial adubar com a frequência e a quantidade correta, para não intoxicar a flor e garantir que ela tenha todos os nutrientes adequados.

Árvore da Felicidade como cuidar, veja e saiba mais!

Dicas extras para cultivo

Para ter margaridas bonitas e saudáveis, é importante podá-las regularmente. O ideal é podar as margaridas a cada três ou quatro semanas, para que elas fiquem sempre bonitas.

Outra dica importante é não deixar as margaridas expostas ao sol por muito tempo, pois elas podem queimar. O ideal é mantê-las em local sombreado.

Conheça mais sobre a origem, significados e dicas de com cuidar de margaridas, no Wikipédia!

https://www.youtube.com/watch?v=TzLr4EC-baY

E aí, gostou?

Se você aprendeu mais sobre como cuidar de margaridas, com esse conteúdo da KD, comente aqui, ou vote em nossas estrelinhas e interaja conosco! Tem dúvidas? Pergunte-nos, para que nossa equipe possa lhe auxiliar da melhor forma!

Perguntas Frequentes

Como eu devo regar as margaridas?

As margaridas precisam de uma boa umidade, então é importante regá-las todos os dias. Se você estiver em um clima seco, pode ser necessário regá-las duas vezes por dia.

Como eu devo podar as margaridas?

Você pode podar as margaridas para mantê-las no tamanho que deseja. Corte as flores que estão ficando velhas e as hastes que estão ficando secas.

Como eu devo adubar as margaridas?

As margaridas precisam de um adubo rico em nitrogênio para crescer bem. Você pode usar um adubo orgânico ou um fertilizante químico. Mas é importante dar preferência para adubos orgânicos, pois são naturais e mantem a planta mais saudável.

Como eu devo cuidar das margaridas no inverno?

As margaridas são plantas perenes, o que significa que elas podem sobreviver ao inverno. No entanto, você precisará protegê-las do frio, vento e geada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Afiliado